Rastros

Te encontro em todos os lugares. Todos os lugares onde teus dedos (não) tocaram, tuas mãos passaram, onde tocas e até onde teus pés nunca ousar(i)am pisar. É como se você fosse um fractal do mundo,  ao menos te repetes em todos os cantos que passei e hei de passar: todas as praças comuns, as pessoas indiferentes, as bocas ofertadas, as inúmeras calçadas…
Todos os lugares me aproximam mais de ti do que quando eu me sento ao teu lado e esbarro no silêncio de teu corpo imóvel, isolado, indecifrável pra mim… talvez só pra mim!

Imagem por Edward Hopper.

Anúncios

3 Respostas to “Rastros”

  1. Nada como o efeito entorpecente da paixão!

  2. aretha Says:

    As coisas que tu escreve me deixa livre e eu até posso sentir o cheiro de todos esses encontros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: